Alcoólatra morre em MG ao beber água por engano pensando que era cachaça


O alcoólatra Pedro Pinga Petrusco, 42 anos, morreu ao confundir agua com cachaça. O caso aconteceu em Monte Alegre de Minas (MG). Pedro Pinga bebe cachaça desde os 4 anos de idade e nunca havia ingerido água. De acordo com o laudo médico, o estomago de Pedro estava adaptado a receber só álcool, de modo que a água provocou uma reação fazendo o organismo rejeitar o líquido e causando a morte.

A mulher de Pedro disse que o marido bebia um gole de cachaça quando acordava, dois copos durante o almoço, um copo no lanche da tarde, um copo no jantar e mais três antes de dormir. “Ele não ficava mais bêbado, bebia cachaça para matar a sede”, contou a esposa.

A Polícia de Minas Gerais vai investigar o caso. O delegado, mesmo ciente de que Pedro bebia muito, achou estranho morrer ao beber água. “Ele já deveria ter morrido há tempo, mas por beber muita cachaça e não agua”, disse o delegado que apura a tragédia.





log in

reset password

Back to
log in